70% dos animais que estão no Zoológico do DF foram resgatados em perigo

Zoológico abrange uma diversidade de animais

Uma notícia que alegra os corações! Cerca de 70% dos animais sob os cuidados do Jardim Zoológico de Brasília foram resgatados. Segundo dados do Sistema Nacional de Gestão da Fauna Silvestre (Sisfauna), até abril deste ano, 523 aves, mamíferos, répteis, entre outros bichos, residem no Zoo, sendo 336 recuperados após terem sido abandonados, maltratados ou simplesmente ficarem órfãos.

A onça-parda batizada de Loki, por exemplo, chegou ao Zoo em 2018, com um grave quadro de pneumonia, depois de ser encontrada em área próxima ao lago Corumbá IV e levada ao posto de Polícia Militar de Samambaia. Hoje, o felino é 100% saudável, mas não se juntou aos outros companheiros de espécie na parte de exposição por conta de dificuldades de socialização. Sendo assim, ela permanece na área do Hospital Veterinário.

Outro animal resgatado que faz parte do quadro do Zoo é o cervo-do-pantanal Dudu, hoje com quase 2 anos. O cervídeo foi resgatado dentro de uma fazenda, em Lucas do Rio Verde (MT), quando tinha apenas 2 meses. O cervo faz parte do Programa de Conservação de Espécie. Por conta disso, a equipe responsável tenta aproximação de Dudu com Anita ? fêmea, nascida em cativeiro ? para a procriação da espécie.

Trabalham atualmente  no hospital veterinário quatro cuidadores, um biólogo, três veterinárias e uma diretora de nutrição. Além da coleta de material biológico para estudos, são aplicados vermífugos, vacinas e feitos exames de rotina.

Por: Luisa Câmara

Foto: André Borges

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.