Bolsonaro diz que convenceu Trump a não sobretaxar aço brasileiro

No início de dezembro, o presidente dos Estados Unidos havia anunciado pelo Twitter que retomaria taxas sobre produtos de Brasil e Argentina

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou em transmissão ao vivo, por rede social, na tarde desta sexta-feira (20/12/2019), que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu não sobretaxar o aço e o alumínio brasileiros.

Segundo Bolsonaro, Trump fez uma ligação de cerca de 15 minutos e se convenceu, ouvindo os argumentos levantados pelo governo brasileiro, de recuar da decisão anunciada no início de dezembro, pelo Twitter.

“Entendo o que ele queria, pretendia fazer e dei os meus argumentos para ele. Ele se convenceu com os meus argumentos e decidiu dizer a nós todos, brasileiros, que o nosso aço e o nosso alumínio não serão sobretaxados. Repito: não serão sobretaxados”, afirmou Bolsonaro.

No Twitter, Trump confirmou que teve a conversa por telefone com Bolsonaro. Embora não tenha tocado no tema “aço e alumínio”, ele ressaltou que ambos falaram sobre vários assuntos, incluindo comércio. “As relações entre os EUA e o Brasil nunca foram tão fortes”, postou.

Confira:

Desvalorização de moedas
No início deste mês, Trump anunciou em conta oficial no Twitter que retomaria as tarifas sobre aço e alumínio brasileiros.

A medida, segundo o presidente norte-americano, decorreria do fato de tanto o Brasil quanto a Argentina estarem liderando uma política de desvalorização das próprias moedas.

“Brasil e Argentina têm liderado uma desvalorização maciça das próprias moedas, o que não é bom para os nossos produtores. Por isso, eu vou restaurar as tarifas sobre aço e alumínio que são enviados para os Estados Unidos pelos países”, afirmou o norte-americano na rede social.

Manoela Albuquerque / Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *