Contribuinte pode doar parte do Imposto de Renda para auxílio a idosos

Em 2022 o contribuinte vai poder doar parte para auxílio a idosos. No caso das pessoas físicas as doações podem ser de até 3% do imposto devido

 O Imposto de Renda é uma tributação federal cobrada anualmente sobre os ganhos de pessoas físicas e jurídicas. O valor pago é de acordo com a renda declarada, sendo uma porcentagem do valor total, ou seja, as pessoas com renda maior pagam mais impostos, enquanto aqueles com renda menor pagam menos.

As situações mais comuns que exigem a entrega de declaração são:

– O recebimento de salários, aposentadoria ou pensão do INSS;

– Pensão alimentícia;

– Renda de aluguéis ou

– Rendimentos como autônomo.

Todas essas fontes de renda são consideradas “rendimentos tributáveis” na declaração.

Se a soma de todos esses rendimentos no ano passado superou R$ 28.559,70, é necessário fazer o Imposto de Renda. Se você recebe aposentadoria e renda de aluguel, por exemplo, deve considerar a soma dos dois.

Neste ano, a Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa já anunciou que vai continuar o convênio firmado com a Receita Federal em 2021. Então o contribuinte pode, ao declarar o Imposto de Renda, destinar parte dos recursos devidos para os fundos de pessoa idosa. No caso das pessoas físicas, até 3% do imposto devido podem ser doados. Para pessoas jurídicas, o valor é de 1%.

No ano passado, as doações feitas por meio deste mecanismo somaram mais de 50 milhões de reais. Neste ano, a expectativa é de que o valor seja maior.

Fontes: Agência Brasil, Serasa, Gov.br, Economia.Uol

Por Ernandes Almeida

Foto: Marcello Casal Jr  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.