DF tem 1ª corrida profissional de rua sob protocolos de segurança

Apoiada pela Secretaria de Esporte e Lazer, BSB Run somou 400 esportistas inscritos e transcorreu com muita organização e cuidados sanitários

As mudanças eram claras para quem participou, neste domingo (6), da primeira corrida de rua oficial após a parada obrigatória decorrente da pandemia de Covid-19. Seguindo todos os protocolos estabelecidos pelo Governo do Distrito Federal (GDF), os 400 esportistas inscritos no BSB Run deram início aos percursos – 5 km e 10 km – a partir das 7h, em frente à Funarte, de forma escalonada, em baterias de 50 pessoas. O evento, apoiado pela Secretaria de Esporte e Lazer, funcionou como teste para avaliar as medidas de proteção e segurança da modalidade.

A arena do evento, que contava com espaço em comum como banheiros, foi desinfetada no dia anterior e horas antes da corrida. Nesse local o participante era orientado a manter distância dos demais corredores, o que também valia durante a prova. Máscaras descartáveis e de pano, assim como álcool gel, foram distribuídos para os competidores, que tiveram sua temperatura corporal aferida logo na entrada. Para evitar aglomeração, a entrega da medalha de participação ocorreu junto com a retirada dos kits, no sábado (5).

“Estamos seguindo todas as recomendações para garantir saúde e bem-estar à população com segurança. Ficou claro que, se cada um fizer a sua parte, dá para fazer uma corrida bonita e sem riscos”Celina Leão, secretária de Esporte e Lazer

O corredor amador Geraldo Pereira garantiu o primeiro lugar no pódio dos 10 km com o tempo de 34 minutos e 36 segundos. “Pode-se perceber a segurança na organização do evento. Eu, de verdade, me senti seguro porque também percebi que todos os atletas estavam tomando as medidas e fazendo o afastamento social. Venho agradecer ao retorno das atividades e estou mais feliz ainda de ser o campeão dos 10 km”, avaliou. Daniel Alexandre e Aurélio Nunes ficaram respectivamente com os segundo e terceiro lugares, com os tempos de 34 minutos e 41 segundos e 35 minutos e 19 segundos.

Geraldo Pereira, vencedor da prova: “Pode-se perceber a segurança na organização do evento” | Foto: Secretaria de Esporte e Lazer

No feminino, percurso de 10 km, a cearense Sandra Aragão levou a primeira posição, com o tempo de 39 minutos e 43 segundos e declarou ter feito todo o percurso confiante que levaria o troféu. “Estou muito feliz por tudo e só tenho a agradecer a Deus por tudo isso que estamos vivendo hoje.” Gerciram Dilva e Vanessa Salomão completaram o pódio, respectivamente, com os tempos de 48 minutos e 6 segundos e 50 minutos e 8 segundos. O modelo escalonado começou pelas mulheres, seguido pelos homens.

A secretária de Esporte e Lazer, Celina Leão, avalia que o cuidado dos participantes em cumprirem as medidas recomendadas pela organização foi fundamental para o sucesso da ação. “Estamos seguindo todas as recomendações para garantir saúde e bem-estar à população com segurança. Ficou claro que, se cada um fizer a sua parte, dá para fazer uma corrida bonita e sem riscos. O trabalho de conscientização é essencial”, destaca.

 

* Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *