GDF quer reforçar agenda de negócios com países árabes

Secretaria de Desenvolvimento Econômico participou do Fórum Brasil-Países Árabes, que acontece até dia 22

O secretário de Desenvolvimento Econômico, José Eduardo Pereira Filho, defendeu a ampliação de uma agenda de negócios entre as economias brasileira e as dos países árabes. A sugestão foi feita na abertura do Fórum Econômico Brasil e Países Árabes, quando o secretário participou como representante do governador Ibaneis Rocha, no evento que acontece virtualmente até quinta-feira (22), sob a coordenação do presidente da Câmara de Comércio Árabe – Brasileira, Rubens Hannun, com participação do secretário geral da Liga Árabe, Ahmed Abou Al Ghaite.

O evento de abertura contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e do ministro de Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo.  “A realização deste fórum reforça as relações comerciais e possibilita negócios virtuais entre os Países Árabes e o Brasil, aproximando governos, entidades setoriais e empresas. Isto instiga o Distrito Federal a inserir-se como destino e origem deste importante e necessário intercâmbio, notadamente no cenário desafiador da situação global em razão da pandemia Covid-19″,  disse o titular da SDE.

Reforçar uma agenda conjunta com os países árabes significa ampliar os fluxos de bens, serviços e investimentos, melhorando o ambiente de negóciosJosé Eduardo Pereira Filho, secretário de Desenvolvimento Econômico

O fórum virtual, que tem como tema “O Futuro É Agora”, conta com a participação do ministro das Relações Exteriores e Cooperação Internacional do Marrocos,  Nasser Bourita, do ministro das Relações Exteriores do Bahrein, Abdullatif bin Rashild Al Zayani, do ministro das relações Internacionais e Cooperação Internacional dos EUA, Ahmed Ali Al Sayegh, e do secretário geral da União das Câmaras Árabes, Khaled Hanafy. O evento também tratará de networking e negócios.

A secretária de Assuntos Internacionais do GDF, Renata Zuquim, também participou do evento. “Brasília possui uma estreita relação com os países árabes, que formam, em bloco, um dos principais parceiros econômicos do Brasil. O momento desafiador que atravessamos é também uma oportunidade de construirmos bases para projetos estruturantes, e contamos com a representatividade dessas nações em nossa cidade para, a partir da cooperação e do investimento internacionais, aproximarmos cada vez mais nossos povos”, afirma a titular do Escritório de Assuntos Internacionais do GDF.

O momento desafiador que atravessamos é também uma oportunidade de construirmos bases para projetos estruturantes, e contamos com a representatividade dessas nações em nossa cidade para, a partir da cooperação e do investimento internacionais, aproximarmos cada vez mais nossos povosRenata Zuquim, chefe do Escritório de Assuntos Internacionais do DF

“Reforçar uma agenda conjunta com os países árabes significa ampliar os fluxos de bens, serviços e investimentos, melhorando o ambiente de negócios”, acrescentou o secretário José Eduardo. Até a próxima quinta-feira, o fórum debate novas perspectivas comerciais entre o Brasil e os Países Árabes no novo cenário global.

*Com informações da SDE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *