Iges abre 14 vagas para residência multiprofissional

Curso terá duração de dois anos, com início das aulas previsto para 1º de março de 2021

Estão abertas as inscrições para ingresso em dois programas de residência multiprofissional do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF). Os interessados têm até 8 de janeiro para se candidatar aos programas em urgência e emergência ou em oncologia, sendo de R$ 221 a taxa de inscrição. São 14 vagas nas áreas de enfermagem, nutrição, fisioterapia e farmácia.

A data provável das provas escritas é 17 de janeiro. O resultado final sairá em 18 de fevereiro, após análise curricular dos candidatos. As matrículas ocorrem em 22 e 23 do mesmo mês. Os candidatos selecionados no processo seletivo receberão uma bolsa no valor de R$ 3.330 para uma carga horária dedicada de 60 horas semanais.

A residência multidisciplinar terá duração de dois anos, contados de 1º de março de 2021 a 28 de fevereiro de 2023. As atividades teóricas e teórico/práticas serão desenvolvidas, principalmente, nas unidades do Iges-DF.

Programas de residência 

O Programa de Residência Multiprofissional em Oncologia será desenvolvido no Hospital de Base e tem como objetivo habilitar profissionais da saúde para atuarem de forma interdisciplinar, promovendo a especialização profissional por intermédio de treinamento em serviço e atividades teórico-práticas voltadas à avaliação crítica e de investigação científica. A finalidade é favorecer o trabalho em equipe fundamentado nos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) e na Política Nacional de Atenção Oncológica.

Já o Programa de Residência em Urgência e Emergência pode ser desenvolvido em várias unidades e tem como objetivo capacitar profissionais da saúde para atuar interdisciplinarmente de maneira crítica, ética, reflexiva e interventiva nos diversos cenários de atenção às urgências e emergências. A meta é assegurar os princípios da universalidade, equidade, integralidade do cuidado, regionalização e atendimento em linhas de cuidado com base nas diretrizes do SUS e da Política Nacional da Rede de Atenção às Urgências e Emergências.

Davidyson Damasceno – Iges-DF

Com informações do Iges-DF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *