Obras não param nem no feriadão

A cada 15 dias é feita uma vistoria por órgãos do governo para checar o andamento dos serviços. Nesta sexta (20), governador acompanhou

 o vídeo:

A obra está na etapa de construção das paredes que irão sustentar o túnel subterrâneo, de aproximadamente 1.010 metros. “É uma obra grandiosa. De perto é que a gente vê a magnitude do projeto”, disse o governador. “Isto aqui é o renascer de Taguatinga. Quando entregarmos essa obra, o trânsito, o comércio, a qualidade de vida das pessoas, tudo vai melhorar e quase um terço da população do DF será diretamente beneficiada”, completou.

Segundo o subsecretário de Acompanhamento e Fiscalização de Obras, Ricardo Terenzi, os trabalhos – que empregam cerca de 1,7 mil pessoas – seguiram mesmo em contexto de pandemia. “No período chuvoso também. Seguimos na fase de construção de paredes e escavação do restante da estrutura”, explica.

Isto aqui é o renascer de Taguatinga. Quando entregarmos essa obra, o trânsito, o comércio, a qualidade de vida das pessoas, tudo vai melhorar e quase um terço da população do DF será diretamente beneficiadaIbaneis Rocha, governador

Além de aço, concreto, máquinas e operários, o GDF investe em tecnologia e técnica sustentável, com o uso de materiais que não agridem o meio ambiente e são recicláveis. No total, são investidos R$ 275 milhões, recursos oriundos de contrato de financiamento firmado pelo GDF com a Caixa Econômica Federal.

De acordo com o Bispo Renato de Andrade, administrador de Taguatinga, a cada 15 dias é feita uma vistoria pela administração e outros órgãos do governo para fiscalizar o andamento das obras. “Fazemos de tudo para que a cidade não pare. O túnel faz parte do futuro de Taguatinga, mas a região precisa continuar funcionando”. reforça.

Agência Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *