Portal da Transparência do DF teve mais de 6 mi de visualizações em 2021

Iniciativa permite a transparência das aplicações de recursos do governo do Distrito Federal e pode ser acessado sem a necessidade de cadastro

Um levantamento feito pela Controladoria-Geral do DF (CGDF) mostrou que o Portal da Transparência foi visualizado mais de 6 milhões de vezes em 2021, o que resulta em um crescimento de 7,11% em relação a 2020. E por que isso é importante? O Portal da Transparência do DF, gerenciado pela CGDF, permite à sociedade o controle social, que é a participação ativa em ações e na fiscalização do governo. Esse número demonstra o interesse da sociedade em acompanhar o que o governo vem fazendo em sua gestão.

No portal é possível acessar as aplicações de recursos públicos em áreas como saúde, segurança e educação, remuneração de servidores, entre outras informações. O levantamento da CGDF também mostrou que o número de usuários – pessoas que acessaram o Portal da Transparência e realizaram algum tipo de pesquisa durante os anos de 2020 e 2021 – teve um aumento de 7,39%. Quanto à forma de acesso à plataforma, 50,4% dos usuários acessam pelo celular e 48,99%, pelo computador.

“Quando o cidadão utiliza esse tipo de ferramenta, ele está se empoderando e, ao mesmo tempo, mostrando ao governo que ele não só está fiscalizando, como também participando ativamente na construção de um Distrito Federal melhor. Esse é o caminho para um governo de sucesso”, afirma o controlador-geral do DF, Paulo Wanderson Martins.

“Acreditamos na importância da atuação da sociedade na fiscalização do Estado, ou seja, no controle social. O portal é uma das principais ferramentas de transparência ativa, onde a sociedade encontra informações sobre a aplicação dos recursos públicos, fundamentais para o exercício da participação dos cidadãos”, destaca a subcontroladora de Transparência e Controle Social da CGDF, Rejane Vaz. Em 2021, todos os órgãos do DF atingiram a nota máxima no Índice de Transparência Ativa (ITA), que avalia a disponibilização de informações sem solicitação prévia do cidadão.

Por: Agência Brasília

Foto: Tony Oliveira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.