Produtores rurais podem solicitar documentos por meio de aplicativo

Recurso implantado pela Emater-DF permite a emissão de pedidos de adubo orgânico ao SLU e para a compra de milho à Conab

O produtor rural não precisará mais ir a um escritório da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) para receber os documentos de solicitação de composto orgânico de lixo (COL) do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e de compra de milho da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A partir desta semana, os que tiverem cadastro na Emater podem acessar esses serviços diretamente no aplicativo Emater-DF.

O app foi desenvolvido em fevereiro deste ano e, desde então, novas facilidades tecnológicas estão sendo agregadas, a exemplo das carteiras do produtor rural emitidas no novo modelo, as declarações de Atividade Rural e de Produção/Ceasa e o documento para a compra de milho da Conab e de solicitação de COL ao SLU.

Para a presidente da empresa, Denise Fonseca, com o aplicativo, além de maior praticidade, está sendo levada tecnologia para o campo. “A tecnologia, como meio de agilizar a vida das pessoas, é um caminho sem volta. Nossa equipe está trabalhando para agregar novas funcionalidades e facilitar ainda mais a vida na área rural”.

O técnico especializado em Tecnologia da Informação da Emater-DF e um dos responsáveis pela incorporação dos documentos no app, Emerson Ferreira do Nascimento, reforçou que a equipe tem trabalhado para otimizar o tempo do produtor rural e do extensionista. Ele explicou que a inovação não está na forma de pedir a emissão dos documentos, mas sim no recebimento, que será por meio do aplicativo.

Funcionalidades

Antes dessa nova funcionalidade no app, era necessário que os produtores fossem até o escritório da empresa, onde eram cadastrados, para solicitar a impressão do formulário, seja para a compra de milho da Conab ou de COL do SLU. Ambas as solicitações são realizadas por intermédio da Emater.

A compra de milho da Conab se destina à alimentação animal, como aves, suínos, bovinos de corte e leite, caprinos e ovinos. O produtor tem um preço de milho subsidiado. Ter esse subsídio representa a redução do custo de produção de carne, leite, ovo, tornando-os mais competitivos no mercado, uma vez que é o elemento com maior percentual da ração. Dependendo da espécie, esse quantitativo na sua formulação pode aumentar ou diminuir.

AGÊNCIA BRASÍLIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *