Seis empresas disputam obra da rodoviária do Itapoã

Semob conclui mais uma etapa da licitação do terminal. Previsão é que terminal seja licitado ainda este ano

 

Seis empresas de engenharia e construção foram selecionadas pela Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob), para continuarem na concorrência pública pela obra do terminal do Itapoã. A seleção, feita pela Comissão Especial de Licitação com base em critérios do edital, foi publicada no Diário Oficial do DF, nesta sexta-feira (23). Com mais essa etapa concluída, a previsão é que a obra seja licitada ainda este ano.

A rodoviária do Itapoã é uma obra bastante esperada pelos usuários de transporte público. A cidade ainda não possui terminal e os moradores reclamam da dificuldade em tomar ônibus, sobretudo nos dias chuvosos como nesta época do ano. O investimento do GDF é de R$ 3,9 milhões, com previsão de gerar 60 empregos diretos e indiretos.

 

O terminal do Itapoã será construído na Área Especial, quadra 203, ao lado da garagem de ônibus que, atualmente, é utilizada pela concessionária que atende o local. O novo espaço vai beneficiar cerca de 65 mil pessoas e será construído em um terreno com 9,5 metros quadrados que contará com seis plataformas, seis pontos de estocagem, 33 vagas para veículos, 20 vagas para motos, paraciclos, banheiros com acessibilidade, lanchonete, bicicletário e salas administrativas.

Atualmente, a cidade do Itapoã é atendida por três linhas com 111 viagens. Com a nova estrutura, outras linhas sairão da região oferecendo ampliação na oferta. As linhas que atendem o Condomínio La Font e o Terminal do Paranoá também passarão pelo local. Além disso, o novo terminal também passará a atender o residencial Itapoã Parque que está em fase acelerada de construção.

*Com informações da Semob

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *